Notícias

Investimento no Porto e Lisboa – Construção e arquitectura

2018-08-16

Construção e arquitetura mjarc

Investimento em Portugal



O investimento em Portugal é cada vez mais notório nas grandes cidades
e nos mais diversos setores de investimento. Já são várias notícias
internacionais como por exemplo a Edição francesa da revista forbes que
afirma “Portugal é um novo destino para investir”… Mas não precisamos de
muito, basta percorrer um bocadinho a pé as principais cidades portuguesas
( Porto e Lisboa) para “olharmos para o lado” e ouvirmos diversos idiomas.

Claro que muito se deve ao forte crescimento do turismo, mas por outro lado,
Portugal conta com uma população jovem e qualificada, clima ameno, bons
acessos aéreos, apoios ao empreendedorismo, património cultural único no
mundo, um país seguro e ainda conta com uma gastronomia de grande
qualidade internacional.

No setor de arquitetura e construção, mais concretamente no setor imobiliário
as notícias também são bastante animadoras. Segundo o jornal observador,
o investimento imobiliário comercial em Portugal, acendeu os 1.900 milões
de euros em 2017, cerca de 50% mais do que o valor registado no ano transato.

Neste sentido, a MJARC Arquitectos irá apresentar a sua perspetiva para o setor
da construção e arquitetura


Arquitetura e construção
 – Perspetiva


A Região de Lisboa, Porto e Algarve caracterizam-se pela existência de um património
histórico, cultural e arquitectónico com características únicas, de valor e projecção
nacional e internacional. Nos últimos anos, as acções de salvaguarda e valorização do
património arquitectónico tiveram um acréscimo significativo, tendo havido também
significativas melhorias na dotação em equipamentos culturais.

Assiste-se à emergência de um crescimento sustentado numa economia de conhecimento,
suportada na cultura, onde o segmento das indústrias culturais deverão assumir um papel
preponderante, gerando inegáveis oportunidades para artistas e profissionais do setor.

Em suma, é fundamental fomentar-se sinergias com os diferentes sectores nomeadamente o
do planeamento, construção, ambiente e cultura.